terça-feira, 15 de novembro de 2011


Eu não me importo se você quer uma aventura, ou um amor pra vida inteira, passar uma noite ao seu lado era tudo o que realmente queria. Não importa se vamos ser apenas amigos ou mais, futuramente, te dar um beijo era tudo o que eu realmente queria. Queria poder te abraçar e dizer que és meu. Queria poder acordar e olhar para o lado, e ali você estar. Queria poder te ver quando bem entendesse. E quando você ficasse doente, eu queria estar ao teu lado, cuidando de você, como nunca ninguém cuidou. Queria você nos meus fins de semana, e nos fins dos meus dias. Queria poder ser sua, e não ser por apenas um dia, mas por durante a minha vida inteira, inteirinha. Queria poder ouvir tua voz quando tudo saísse de seu autocontrole. Tomar suas dores, e chorar no seu lugar, eu faria isso, verdadeiramente faria. Eu realmente queria que você falasse pros teus amigos "não posso, vou à casa da minha namorada, passar a noite com ela”, quando eles te convidassem para jogar bola. Eu sinceramente queria somente você ao meu lado, como grandes namorados, sem separação, nem que por um dia. Queria poder apagar seu passado, e suas memórias dele, e então fazer com que você pensasse em mim e somente em mim. Queria tirar sua solidão e preencher essa falta. Queria te proteger quando todos ficarem contra você. Queria fazer mais carinhos em tua mão, e pega-la assim, como quem não quer nada. Queria ver mais sorrisos seus, e saber que o motivos deles sou eu. Queria te dar o devido valor que você merece. Queria ser sua inspiração, nos textos, ao acordar, ao levantar, aos pensamentos, as palavras. Assistir uma vitória sua, era o que eu mais queria fazer. Queria realizar meu sonho, e queria que você estivesse lá, me aplaudindo. Queria ligar o foda-se e ser feliz ao teu lado. Queria te dar beijos e abraços, toda manhã logo ao acordar. Queria ver-te dormindo também. E queria ser pra você tudo que um dia você sonhou em alguém, e fazer tudo isso pelo simples fato de te ter ao meu lado. Talvez se você estivesse aqui comigo, as coisas não seriam tão difíceis como são, para mim. Tudo que um dia eu sonhei, teria a certeza que você pudesse realizá-los, se te tivesse ao meu lado. O sentimento é de perda, é perda mesmo, pois perdi você, perdi seus sentimentos, teu amor, teus sorrisos... Perdi tudo que um dia você pode sentir por mim. Eu era feliz, sim, eu confesso, era feliz antes de você aparecer. Mas talvez não por que eu sabia de toda a verdade, e das pessoas verdadeiras, mas sim, me contentava com as falsas, coisas falsas. E hoje em dia eu tenho a certeza que tu me faz ver as verdadeiras coisas, e o verdadeiro valor do amor. Eu simplesmente poderia largar tudo por ti, eu queria, mas não tenho a certeza que seria o melhor a fazer. Não sei se valeria a pena arriscar tudo por este sentimento, um sentimento que guardo aqui dentro, pois não sei se você daria valor a todo ele, e a cada texto que escrevo... Mas o primeiro abraço que tu me deu poderia ser marcado em nosso histórico da vida, assim como muitos que estão por vir, e disto eu sei, eu sinto. Amo cada gesto seu, amo quando tu sorri, e quando tu me empurra com carinho então? É simplesmente inesquecível, o jeito que se importa e se preocupa comigo. Quando estou do teu lado, é como se ninguém mais existisse ali para mim, e quando se afasta de mim, é como se tudo voltasse a sua originalidade, preto e branco. Eu aceitaria cada mania sua, e cada defeito também. Nunca, jamais, quebraria seu coração, como um dia quebrei, e ainda não sei se está aos pedaços, mas saiba que eu faria de tudo para poder reconstruí-lo, sem medo, sem receios. E então você estaria pronto para amar novamente, ou até mesmo me amar. As coisas andaram tão confusas, e eu sei que os teus sentimentos ainda te confundem às vezes. Sei que uma hora o que mais quer na vida é estar ao meu lado, como também sei que por vezes tens vontade de me matar de tanta raiva... Erro, e como erro contigo, mas como tu és forte em relação a isso também, pois não tem medo de me receber de volta. E quando tu abraças outro alguém, eu tenho vontade de te enforcar, é parece cruel, mas é a verdade. Talvez eu nunca fale isso pessoalmente, não tudo isso, ou talvez eu fale quando estiver ao teu lado, na cama, deitada em um dos seus braços. É eu sei que vai passar, vai mudar, e eu sei que vai doer demais, mas eu creio que as coisas não irão permanecer as mesmas. Há muito tempo eu aprendi que os sentimentos mudam depois de alguém ter quebrado seu coração. Eu gosto de ficar contigo, e eu sinto que o meu riso é tão feliz contigo. E todo mundo acha que felicidade é estar com quem ama, e se não for tudo isso? E se for dar valor a quem merece e a quem se gosta?... E te dizer que sem você não tenho paz, que me sirva de lição, pois se você estivesse aqui tristeza, nunca mais haveria no meu calendário da vida. Procuro alguém que não precise de mais ninguém além de mim, e você não está pronto pra isso. Porque quando eu estou ao teu lado, nenhuma palavra basta, a não ser o 'amor', a não ser a 'felicidade', o 'companheirismo', os sorrisos... Será que você nunca viu, tão perto e nunca percebeu, um clima entre você e eu? Tão fácil de você notar, eu nunca tentei esconder tudo que eu sinto por você. Não sei se você vai lembrar, eu fiz você morrer de rir quando chorava por alguém, aquilo que eu nunca falei, as coisas que guardei em mim, o medo de perder você. A solução pra esse meu coração, é ter você aqui. 

segunda-feira, 24 de outubro de 2011


Estou triste, sim, estou. É, acho que a culpa é sua, não é? Ou não também. Penso que a culpa seja minha por criar expectativas. Expectativas pelas quais não poderiam ter surgido em minha mente. É como se a dor tivesse dois propósitos: nunca passar e sempre aumentar! Mas aprendi a acreditar no meu melhor, e sei que isso tudo irá passar um dia... Mentira, pura mentira. Não irá passar tão cedo nem tão tarde, não vai passar, e eu muito menos acredito no meu melhor. E talvez eu tenha que me acostumar com isso pelo resto dos meus dias. As palavras mudaram, os sentimentos mudam, as promessas vão embora juntamente com o vento e às vezes você não pode fazer mais nada além de lamentar, as lembranças dos beijos, os carinhos recebidos... E eu não vejo solução alguma, só meu coração que vê a dor. Como você me faz falta. Como conspira contra esse amor. Talvez ninguém me entenda, por aceitar ser totalmente tua, mas o problema é: eu não consigo. Eu não consigo nada mais. Não consigo sorrir, sentir um novo amor, sentir borboletas no estomago, alegria de estar viva, eu não consigo te esquecer, eu não consigo deixar de te desejar... Tenho vontade de sumir, ou sentir teu suspiro por um instante. Tenho saudade dos teus olhos com promessas falsas. Adiantava-me só olhar nos teus olhos, sentir teu cheiro ou estar no mesmo ambiente que você, sim isso poderia mudar meu dia para melhor. Se for para te esquecer, que eu esqueça breve, e esquecendo eu não guarde grandes mágoas, nem ódios de você, ou do tempo que passávamos dando e recebendo carinhos um do outro. Te desejo tudo que um dia me causou, ou te desejo tudo ao contrário, não sei. Hoje já não sou a mesma, sofro a cada instante, a cada minuto na tua ausência. O desejo de te ver voltar é enorme e vai aumentando a cada novo passo que você dá longe de mim. Ainda hoje tentei encontrar explicações para compreender o que nos separou de um jeito tão superficial, mas não achei. Só encontro perguntas sem respostas, dúvidas, e quanto mais essas perguntas me confundem e essas duvidas me enlouquecem, eu vou sofrendo, perdendo a vontade de continuar viva. O meu maior medo era amar e não ser amada. E por te amar tive que passar por tudo que passei. Amei como amei. Sofri como sofri. Pouco fui feliz, mas o suficiente pra eu ver como é bom sentir a paz dentro de si, chorei com a tua partida, como chorei. Queria poder sentir a felicidade dentro de mim novamente de uma forma mais pura e intensa, mais duradoura. Só queria um amor de verdade, alguém que eu pudesse ter ao meu lado por muito tempo. Eu queria abrir meu coração novamente, me apaixonar, amar, sorrir, ser feliz, viver, fazer tudo ficar mais bonito, dar mais abraços, receber mais beijos, e dar carinhos... Eu não sei se ainda posso amar, espero um dia alguém me capacite para isto, e assim sendo capaz de amar sem medo, sem receios. Quero fechar os olhos e sentir o friosinho na barriga novamente, como antigamente. Queria poder sentir o calor da pele de quem me ame de verdade a cada vez que chegasse perto de mim... Meu coração está fechado, espero que um dia alguém possa abri-lo novamente. Depois de um temporal, sempre dizem 'vem a calmaria'. Nossas idas e vindas se acalmaram de uns tempos pra cá, mas você não é mais o mesmo por quem eu me apaixonei, perdidamente. Você é frio, irônico, arrogante, e nem imagina como isso me machuca, me machuca por dentro verdadeiramente. Eu queria realmente que você voltasse a ser o de antes, e queria que falasse comigo sobre as coisas que te afligissem como fazíamos antigamente. Queria que tu me chamasse a cada noite que tu não quisesses passar sozinho, e ali eu dormiria ao teu lado, seguindo meu coração. Fique sabendo que eu estou feliz, sim estou, mesmo morrendo de dor...

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Sim...


Um dia você ficou sem chão, não é? Você já gostou de alguém que nem ao menos dava a mínima importância para você, certo? Sim, pode confessar, você já se sentiu isolada de todos seus amigos mesmo estando ao seu lado? Você já se sentiu tão importante para alguém, mas na verdade para essa pessoa você era apenas mais uma 'amiga', estou falando a verdade? Já quis ser a menina de um alguém que eu gostava, um dia isso aconteceu com você também? Músicas para você, são calmantes, ou até mesmo algo que te faz chorar mais ainda, sim ou não? Mesmo estando com os amigos, e todos os amigos, você sente falta só de uma pessoa, verdade ou mentira? Lembranças atormentam sua mente, a saudade já virou algo que você passa a todo instante, não é mesmo? O sofrimento é algo que você tem que viver 24 horas por dia, não é? E quando você prometeu amor eterno a ele, eu suspeito que era verdade, você havia prometido mesmo, estou certa? Algum pertence dele que você tem ai queria poder jogar fora, tenta jogar, mas não consegue, aí então dorme com o tal pertence todas as noites, verdade? Os dias ao lado dele era de somente felicidade, você dava boas gargalhadas para tudo, e hoje em dia você vive isolada, somente chorando, confessa para mim? Ele é o único que você queria passar a vida inteira, mas isso te impede, por decisões dele, é verdade isto, não é? Os beijos e os abraços, iguais você não recebeu ainda de outro, como o dele, sim ou não?...
------------------
 Todos um dia sofremos, se ainda não sofreu, é porque um dia ainda irá se identificar com as perguntas. A felicidade não é todos que tem, mas são todos que preservam. É, devo confessar que alguns são felizes e não sabem, e vão jogando isso fora, pouco a pouco. Eu realmente não queria me identificar com as perguntas que eu mesma fiz, a cima, mas seria impossível. E você também se identifica? 

domingo, 9 de outubro de 2011

E quando...


Você disse que era para sempre? Quando disse que me amaria até se eu estivesse em uma cama de hospital? E quando prometeu me fazer rir a todo minuto?. Realmente não acreditei nessas juras, mas era verdade. Você nunca me abandonou, nunca irá me abandonar, pelo menos ao meu ponto de vista, e contando com as promessas. É, eu sei que algumas promessas temos que esquecer, talvez por obrigação, ou talvez por vontade de esquecer, mas essa é uma de tantas que você tem a capacidade de cumprir, eu acredito que sim, acredito mesmo. O meu mundo girava ao redor de você, e ainda gira. Se às vezes peço para me prometer 'amor eterno' é porque eu sinto a enorme vontade de dizer a você que tenho medo de lhe perder. O amor é o mesmo, a pessoa que amo ainda continua sendo a mesma. Os sorrisos ao teu lado são mais bonitos, mais sinceros. Os choros é de medo, e nada mais. Vejo crescer cada dia mais esse amor, aqui dentro de mim. Se o amor não te faz mudar, é porque você nunca amou de verdade. Eu só vivo para te ter aqui comigo. O teu suspiro é oque mais queria neste momento. Seu jeito é o mesmo ao darmos um beijo. Te amo, para você ainda continua sendo sincero e fundamental. Se me ama de verdade? Não sei. Mas sei dos momentos juntos, sei dos beijos, dos choros, as gargalhadas, as brincadeiras bobas, juntos, juntos e simplesmente juntos. Não deixei de te amar, e vontade para isto eu também não tenho. Nunca tive olhos para outros. Nunca quis dar carinho para outros, como te dou, ou ao menos tento dar. Certa vez, me disseram que se fosse verdadeiro, iria me fazer feliz. Concluo então, que há uma felicidade sem esforços dentro de mim, dentro do meu coração. E se um dia isso tudo acabar, que eu apenas abaixe a cabeça e estampo um sorriso em meu rosto, quando perguntarem de nós dois, aí então lembrarei de todos momentos juntos, e sorrirei por ter acontecido um dia. Ainda continua sendo "eu e você", não é? É, eu tenho um medo enorme de perder quem amo, mas num instante esse medo vai embora ao receber um abraço seu. Para sempre é um tempo longo, mas eu não me importaria de passar ao seu lado. Então me faça feliz a cada novo dia e me ame até o último suspiro antes de minha morte. Aí então eu te direi que desde que te conheci, conheci o amor, a alegria, a felicidade. E ninguém nunca vai te amar como eu te amo.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

É, eu sei...


Que você pensa coisas do tipo: como ela me sufoca, como ela me prende, como ela é ciumenta, como ela é chata, como ela consegue brigar tanto, eu quero sair hoje, não quero ir lá, eu não quero fazer isso que ela quer. Eu sei que você pensa muitas coisas sobre ela, das melhores até as piores. Eu também sei que você pensa coisas boas, tais como: que linda que ela está, que cheirinho bom, que carinho gostoso, que saudade ruim, que bom estar com ela, que abraço bom, eu amo ela. Eu sei que apesar dela não te impedir de sair ou você não deixar que ela te impeça, você sente falta de sair, curtir sem dar satisfação, sente falta de ir pra noite e poder ficar com várias. Sente falta de dar uma pegada diferente, de sair por aí, de curtir com teus amigos, sem preocupação. Sente falta de bocas, corpos e assuntos diferentes. Eu sei de tudo isso, mas e ela sabe? Provavelmente a sua menina deve pensar coisas desse tipo pelo fato de toda menina pensar assim, mas concerteza ela deve imaginar que você a ama sem limites e que vocês realmente serão eternos. Mas eu sei que apesar das coisas que você deseja na ausência dela, você também pensa em estar com ela toda hora, sente uma falta doida dela, gosta dos abraços, beijos, carinhos, do jeitinho que ela sorri para você, de falar besteiras com ela, o jeito de pedir desculpa, das brincadeirinhas de vocês, de conversar e poder saber que você pode contar com ela. Sim, você realmente a ama do fundo do coração e pra você ela é a menina mais linda do mundo. Como você pode pensar tanta coisa assim de uma só menina? Não uma menina, da sua menina. Eu sei o que você pensa e sei também o que ela pensa, para não fazer você perder teu tempo com palavras românticas e cansativas que ela deve lhe falar normalmente e escrever também, e você já não presta mais tanta atenção. Ela te ama muito, com uma intensidade sem limites, quer o teu melhor, quer o teu bem. Ela também pensa algumas coisas ruins sobre você, mas isso passa, e em segundos esses pensamentos saem da mente. Com o tempo que vocês estão ela aprendeu a lidar contigo e vice e versa. Com o tempo ela sabe o que te irrita, o que te faz bem e você também sabe tudo sobre ela. Mas e esses seus pensamentos não saem da tua cabeça tão facilmente, e a sua menina te irrita muitas vezes sem nem ao menos ter a intenção. Você sai, às vezes se esquece dela, às vezes não lembra de alguma coisa que ela pediu, às vezes você vai esquecendo, simplesmente esquecendo, e a tal menina? Ela chora, ela fica triste, ela acha que você simplesmente não a ama... Mesmo que não seja isso que esteja acontecendo, você 'apenas' esqueceu. Será que você realmente está esquecendo? Esquecendo só? Você já parou pra pensar nela como antes você pensava? Você já olhou bem pra ela e viu o brilho nos seus olhos? E como ela se esforça pra te deixar feliz? Deveria, realmente deveria. Depois de tudo o que vocês viveram, você deveria. E a sua menina? Continua com os mesmos pensamentos tristes, e sem razão se sente lesada e deixada de lado, e com o medo constante de te perder. Você realmente acha que essa menina, a sua menina insisto em dizer, não é mais importante que uma curtição, que momentos com os amigos, melhor que qualquer noite? Se você acha ou não, a menina já tirou suas próprias conclusões e já se feriu o bastante. Você está preparado para perdê-la? Se estiver... é, perdeu, e agora? E agora se prepara pra noite, pra curtir outros corpos e outros gostos, como queria antes, e voltar pra casa e se deparar sozinho sem ter alguém pra abraçar, sem ninguém pra ligar e contar seu dia, seus problemas, sem poder dizer 'te amo'. E a menina? Bom, ela cresceu, não é mais a sua menina, ela não te entendeu. Até que um dia você encontra a mulher que um dia foi a sua menina e ela está mais linda do que nunca, e em sua cabeça os pensamentos que a tanto tempo quando estava com ela não existiam mais... Esses pensamentos voltam e as palavras "eu te amo, volta pra mim?" Passam subitamente em sua cabeça, e a mulher? Então, ela te dá um beijo no rosto e vai embora... E agora eu ainda sei o que você pensa. E ela, sabe? Preste atenção em quem você ama! Cuide de sua menina.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Lembra quando você disse:


Que era para sempre? Lembra-se de quando eu deitava ao seu lado e ficava horas pensando em nós, e conversando? E de quando eu te fiz dar boas risadas, você se lembra? E as vezes que eu lhe prometi amor eterno? Lembra-se de quando pássavamos um dia todo rindo das coisas que aconteciam ou das outras pessoas? De quando eu ia para sua casa e ficava horas te encomodando, te dando carinho, atenção, sendo a menina mais apaixonada do mundo em perceber seu sorriso ao me ver? Você lembra de quando eu larguei tudo para ficar ao seu lado? Pois é, não foi sufucinte para você. Oque mais queria? Queria meu coração, eu lhe dei. Queria minha atenção, toda sua era. Querias os abraços, igual ninguém mais recebia de mim. Queria o meu melhor, eu lhe dei todo o meu melhor. Queria mais alguma coisa? Ficou faltando algo? Eu acho que as pessoas mudaram, pelo menos ao meu ponto de vista. Elas andam mais frias, por amores não correspondidos. Você quer que eu me torne igual a elas? Onde está sua piedade?... 
--------------------------------------------------------
Eu me baseava nessas perguntas. Elas nunca obtiveram respostas. Eu procurava me alimentar da dor, do sofrimento. Tempos mudaram, eu mudei, e oque era mais bonito que eu pudesse sentir também mudou. As respostas para as perguntas tentei encontrar em mim mesma. Por ver você seguindo a sua vida, querendo assim fazer igual, tavez. Por ver você beijando outra menina, igual aos beijos que dava em mim. Hoje eu vejo que você é um 'monstro sem sentimentos' . Tudo que eu vejo não passa de um otário, que perdeu alguém que o amou de verdade. Eu sei que um dia, num dia qualquer para mim, você irá sentir minha falta, irá chorar e irá sentir tudo que um dia senti, por ter me rejeitado. Então virá bater em minha porta, querendo se aconchegar em meus braços, querendo deitar em minha cama como antes e receber os carinhos de antiormente. Simplesmente já sei oque farei numa situação dessa, quando isso acontecer... Apenas abrirei a porta do quarto e mostrar-lhe meu novo amor que está em seu lugar. Mostrarei que outro recebe, os abraços que recebia, os carinhos... Aí então você vai ficar sem chão, assim como um dia fiquei, por você. Isso basta para você pensar bem antes e dar valor a quem goste realmente de você?

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Nada mais do que...


Ilusão, ilusão grande essa minha de te amar. Ficar pensando em você. Sonhar a cada nova noite, tendo assim o seu rosto a horas em meu pensamento. Fizemos tantos planos que você estragou. Os sentimentos que mostrava por mim, nunca foram verdadeiros. As noites que eu passava conversando com você no maldito e inimigo MSN, tais como ficar até ás 6:00 ou 7:00 horas da manhã, e no mesmo dia eu tinha aula, mas não me importava com a aula, e sim com minha felicidade, pena que foi de momento. Os nossos planos de viajar, inclusive para lugares ótimos, o vento levou todos eles, junto com a minha felicidade. As noites que passávamos juntos, as ruas que andamos de mãos dadas como um legítimo casal apaixonado, mas agora é difícil crer que somente eu era a apaixonada. Será que eu sou a única apaixonada?... As vezes que me buscastes no colégio, esperava ancioso com a minha saída. As vezes que brigava comigo, mas no mesmo instante dizia que me amava e que sem mim era impossível viver. Tudo, tudo e absolutamente tudo, não passou ilusão. Hoje sei que fui burra em te aceitar e me aproximar de ti. Os teus recados, depoimentos, as tuas palavras, promessas, nunca passaram de falsas verdades. E dói tanto mencionar o teu nome e junto a ele dizer a palavra dolorosa "ilusão". Eu recordo-me que meu humor ficava lá em cima só de saber que nós estavamos juntos ainda, ou depois de ter passado um dia contigo. Minhas noites eram as de carinho e atenção quando deitava-me ao teu lado. Eu te entendia e te escutava de um jeito que nunca havia feito a ninguém. E hoje eu durmo pensando que a culpa de você ter ido embora, seja minha. Eramos felizes com nosso relacionamento, pelo menos eu me sentia feliz. Um relacionamento pelo qual você nem mostrava mais interesse. É dificil aceitar que tudo foi esquecido para ti, assim como eu fui esquecida.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Estou contigo...


Ainda que uma mãe esqueça o filho que gerou, não me esquecerei de ti, aqui estou. Ainda que os amigos, te desprezem sem razão, te levo em meus braços, estás guardada em minhas mãos. Estou contigo. Jamais te deixarei, não te abandonarei. Estou contigo, meu filho amado. Estou contigo, te levo em meus braços, tu és a menina dos meus sonhos, não te abandonarei. (Mas agora, assim diz o Senhor que te criou, não temas pois eu te remendo, chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas, estarei contigo. Quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Não temas, porque eu estou contigo) Estou contigo, se passares pelas águas, se passares pelo fogo, jamais te deixarei, não te abandonarei. Estou contigo, meu filho amado, te levo em meu braços, tu és a menina dos meus sonhos, não te abandonarei. Jamais te deixarei, não te abandonarei, tu és meu filho amado, não te abandonarei.         Giselli Cristina - Estou contigo

Eu sinto saudade...


Dos tempos em que eu podia andar de joelhos machucados, na maioria das vezes nem podia, mas me machucava, era uma dor suportável. Sinto falta e principalmente saudades da minha infância, pois foi nestes anos que eu poderia brincar de amor, brincar de ter um coração aos pedaços, ou até mesmo machucado assim como meus joelhos. Eu sonhava com o dia em que eu poderia ter sentimentos que me machucassem, ter um amor. Eu queria pois não sabia a dor, a dor que quase nos mata a noite. Certo dia falei para minha mãe, com quatro anos, que queria sentir um amor, mesmo que o meu amor não seria correspondido; Minha mãe então olhou para mim e mandou-me ir brincar, pensando ela que eu não sabia o que estava falando, e era verdade, não sabia o que estava contando. Os tempos mudaram, assim como os pensamentos mudaram, as atitudes mudaram. Passaram-se dez anos, e ainda semana passada minha mãe me contou oque quatro anos atrás eu havia falado à ela, e ali eu comecei a chorar desesperada, falei à ela que agora sinto a dor que na minha infância não sentia. E ali então me conformei que joelhos ralados doem bem menos do que um coração machucado, e agora esta dor é insuportável!

Nem sempre...


O sorriso que levo é um sorriso verdadeiro. Nem sempre o amor que carrego no peito é um amor contínuo. Nem sempre o meu olhar é verdadeiro ou te dizer: "Não sinto mais nada por você". Hoje eu vi a pessoa que sempre esteve ao meu lado, na alegria e no sofrimento. Sim, não me acostumei, pois ele sempre esteve aqui, agora é como se o mundo havia acabado ou parado no mesmo instante que damos o nosso último 'adeus' . Ou até mesmo a falta de alguém ao meu lado, sem precisar pedir. E hoje em dia vejo que me preocupei demais em achar que você iria sair daqui, sair do meu lado... e acabei deixando isso acontecer, pouco a pouco! Não dei tanta importância as palavras que me pareciam ser verdadeiras, eram verdadeiras. Deixei que o tempo levasse a única esperança, ou única saída. Você era a inspiração para que eu conseguisse escrever. Talvez o destino planejava ou almejava esse nossa distância desde quando se conhecemos, pois sabia o quão grande era o meu amor por ti, era não, ainda é! Talvez o ponteiro do relógio já não era o mesmo desde quando damos o primeiro abraço e destruímos carinhos um ao outro. Lembro-me que você era o meu protetor, como se eu fizesse algo errado e pudesse correr para seus braços, mas era real, eu sentia. Essa história mudou, agora tentei fugir para seus braços, para sua paz, e inconsequentemente eu quebrei a cara. Já não há mais eu, já não há mais você, muito menos nós. Agora existe um lugar, um momento, um sentimento ruim, e algumas lembranças. O lugar, é uma parte de minha casa, onde descarrego as lágrimas, onde penso nos dias que passei contigo, meu quarto. O momento, foi quando os meus olhos se encontraram ao teu, e ali eu senti que seria amizade eterna ou até mesmo um novo relacionamento. O sentimento ruim, é aquele que não passa, aquele que enquanto você dormia eu sonhava que ao seu lado poderia ficar, sentimento que jamais vai se curar. As lembranças, foram de quando ali sentados eu ainda via em seus olhos a verdade, os abraços, os ciúmes, as brigas, os conselhos... são coisas que jamais vou esquecer. As coisas mudaram. Talvez você havia chorado quando ouviu o meu último 'adeus' , ou apenas sorriu. Eu chorei, e não foi pouco. Eu te daria tudo outra vez. Os beijos, os abraços, os conselhos, os momentos bons, as mordidas, os carinhos. Você servia como base do meu ponto de partida para o início de um novo trecho da minha caminhada, onde ali eu sabia que estava você. Hoje aqui você não está, ou talvez nunca esteve!

domingo, 24 de julho de 2011

3 dias...


3 dias foram o bastante pra ela se apaixonar, pra esperar vê-lo de novo, ela esperava encontrá-lo como quem espera um presente tão desejado no Natal… ela queria ele, como nunca quis alguém. 3 dias ela ficou em casa, depois de saber que ele saía à noite e fazia o que queria. 3 meses ela guardou isso dentro de si para não ver seu coração quebrado em 3 segundos, por conta de 3 meninas que à odiavam e iriam acabar com tudo, sem ao menos ter começado. Passou mais 3 meses, e ela juntou toda sua coragem pra ir até ele. Ele, em menos de 3 semanas, pediu pra namorar com ela, afinal, ele estava solteiro. 3 anos juntos. Mas nada corria muito bem, mas ela aguentava porque acreditava na mudança… que nunca acontece. De 3 em 3 dias, ela escrevia uma carta pra ele e guardava na sua caixa, escrevia tudo que ele à proporcionava quando estavam juntos, felicidades e decepções. Um dia, ela estava dormindo… e às 03:00 ele liga, dizendo que já não consegue mais dormir, dizendo que precisa acabar com tudo aquilo, porque ele está num triângulo amoroso e não queria mais a machucar. Silêncio por 3 minutos. Ela desliga e escreve sua última carta, terminando com a seguinte frase:

3 anos que você joga no lixo em 3 minutos.
Você vai pedir pra voltar em 3 meses, e eu vou te dizer 3 coisas.
Passaram-se 3 meses, lá estava seu celular cheio de mensagens dele. “Volta pra mim, eu fui um idiota, eu sei”. Ainda machuca, mas pensando no que merecia e não no que sentia, e em 3 palavras ela responde curtamente:

Agora é tarde.

O trem da vida...


Um amigo falou-me de um livro que comparava a vida a uma viajem de trem. Uma comparação extremamente interessante, quando bem interpretada. Isso mesmo, a vida não passa de uma viajem de trem, cheia de embarques e desembarques alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em outros. Quando nascemos, entramos nesse trem e nos deparamos com algumas pessoas que, julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco.
Nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituível. Mas isso não impede que, durante a viagem, pessoas interessantes, e que virão a ser super especiais para nós, embarquem.
Chegam nossos irmãos, amigos e amores maravilhosos. Muitas pessoas tomam esse trem, apenas a passeio, outros encontrarão nessa viagem somente tristezas, ainda outros circularão pelo trem, prontos a ajudar a quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros tantos passam por ele de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém nem sequer percebe. Curioso é constatar que alguns passageiros, que são tão raros, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos. Portanto somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles. O que não impede, é claro, que durante a viagem, atravessamos com grande dificuldade nosso vagão e chegamos até eles. Só que, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já terá alguém ocupando aquele lugar.
Não importa é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas... Mas jamais retornos.
Façamos então, essa viagem da melhor maneira possível tentando nos relacionar bem com todos os passageiros. Procurando, em cada um deles, o que tiverem de melhor. Lembrando sempre, que em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisaremos entender isso. Porque nós também fraquejamos muitas vezes e, com certeza, haverá alguém que nos entenderá.
O grande mistério, afinal, é que jamais saberemos em qual parada desceremos muito menos nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.
Eu fico pensando, se, quando descer desse trem, sentirei saudades. Acredito que sim. Separar-me de alguns amigos que fiz nele será no mínimo, dolorido. Mas me agarro na esperança que em algum momento, estarei na estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram. E o que vai me deixar feliz, será pensar que eu colaborei para que ela tenha crescido e se tornado valiosa. Amigo querido faça com que a nossa estada, nesse trem, seja tranqüila. Que tenha valido a pena. E que quando chega a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem.

domingo, 17 de julho de 2011

Você pode não saber…


Mas ela prefere se calar ao ficar reclamando o tempo todo pra você de tudo que acontece. Talvez ela seque as lágrimas quando você vira as costas e ainda dorme com algum pertence seu por perto. Ela sente vontade de te ligar em horas oportunas, e se segura pra não fazer isso com medo de que você seja grosseiro. Tudo o que ela tem escrito, é pra você, e mesmo que você não possa ler é o que ela mais gostaria que acontecesse. Ela te olha de longe e tem vontade de ir até você, mas então você diz “Mas porque ela não vem?”.  Eu sei, parece bobo, mas falta a ela coragem. E quando isso acontecer, pode saber que ela ficou por muito tempo ensaiando isso e planejando que você a recebesse bem, com um sorriso, e talvez você a olhe com indiferença, com aquela cara de quem está se perguntando “O que ela está fazendo aqui?”. E ela com um sorriso sem graça, vai apenas sorrir, te dizer uma coisa boba e se afastar, pode ter certeza que o que ela tinha preparado pra te dizer, você não ouvirá tão cedo de outra garota. Entre as amigas, quando começa o assunto sobre romantismo, ela fica sorrindo e concordando, mas na sua cabeça, está passando cenas que ela vem imaginando há dias, meses, ou anos, com você, é claro. Tem dias que ela tira pra chorar. Ao chegar em casa, ela fica no seu canto e pensa em você. Em seguida chora, e muito. Sabe por quê? Talvez por medo de te perder, ou porque nunca teve a oportunidade de chegar tão perto de você. Meninas são preciosas, garotos; e o mais triste é que vocês só conseguem ver isso depois que conseguiram destruir todo carinho que elas tinham por vocês. São tão preciosas, que precisa de pouco para acabar com tudo. Palavras ditas ou por nunca terem saído da boca de vocês. Atitudes ignorantes levam o carinho pra longe cada vez mais, e ele não volta; ainda mais se for atitudes ruins seguidas de palavras amorosas como desculpas, não faz sentido. As atitudes estarão contradizendo suas palavras. Talvez você não seja um garoto de muitas palavras, mas faça alguma coisa. Palavras são somente palavras, e atitudes ficam na memória, sejam elas boas ou ruins. Escute-a sempre, se ela está ali falando com você, pois se ela se abre com você é porque de certa forma ela acredita que você possa a consolar. Não quebre mais um coração, e se você fez isso, vá se desculpar porque nenhum ser humano merece isso, é uma dor que remédios não curam, nem palavras; mas não deixe isso de lado. Estamos falando de um coração!
   

Acabou? É melhor que você sofra agora, do que esperar dias, meses, ou até mesmo anos pra se livrar de um sentimento que vai acabar com você, dia a dia.         (Prefira Borboletas)


E..


  Quando você foi forte pra fingir o dia todo que tudo estava acontecendo como você gostaria; quando foi forte e engoliu o choro no meio de todos que estavam rindo porque mesmo com milhares de pessoas você estava sozinha; quando você mentiu pra uma amiga com dor no coração, mas sabendo que no momento era a melhor escolha; quando você decidiu esquecer aquela pessoa mesmo sabendo que teria de agüentar toda dor sozinha, porque palavras confortam, mas não curam; quando você fez uma coisa horrível que se pudesse desfazer, seria sua primeira escolha e mesmo assim você está aí e isso te serviu como experiência; quando você não saiu de casa porque não tinha saco pra ouvir o bom humor das pessoas porque o seu humor, mais baixo era impossível; quando você quis mudar de cidade pra tentar começar do zero, mas se lembrou que seus problemas iriam junto e você não teria escolha?
Depois de tudo isso e muitas outras coisas, você quando fica mal ainda pensa em dar um fim em tudo?
                                     (Prefira Borboletas)

Saudade é...


Solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já. Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida. Saudade é sentir que existe o que não existe mais. Saudade é o inferno dos que perderam, é a dor dos que ficaram para trás, é o gosto de morte na boca dos que continuam. Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade: aquela que nunca amou. E esse é o maior dos sofrimentos: não ter por quem sentir saudades, passar pela vida e não viver. O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido!
                             (Pablo Neruda)

terça-feira, 12 de julho de 2011

Hoje eu descobri...


O que é o amor. Eu sinceramente tentei encontrar em outro os seus gestos. Tentei encontrar o seu cheiro, os seus sorrisos, seus jeitos, seus abraços e simplesmente os seus beijos. Eu nunca os encontrei, porque houve uma vez você havia me falado que o amor que sentia por mim nunca iria passar. Mas as palavras passaram, aquele dia passou, a semana passou, o mês passou, assim como o que era mais bonito que você pudesse sentir por mim, havia passado, junto com os momentos que ali passamos acordados sonhando e preocupados com o futuro. O meu coração fica aflito só de pensar no passado, e ali cai pequenas, mas, porém pesadas lágrimas. Ele fica aflito com a maneira que me deixastes, e com a maneira com que você seguiu sua vida em frente, ao contrário de mim. Aflito em lembrar-se de quando você pegava minha mão e ali andávamos de mãos dadas, pela rua. Aflito em ter a absoluta certeza, agora mais do que nunca, que minha felicidade foi embora.  Aflito com que você me falou, que o amor havia passado, assim não cumprindo a sua palavra. Mas assim como a vida, o vento que sopra o meu rosto, ele é o mesmo que leva meus dias de risos, os de quando ficávamos juntos por durante horas, é o mesmo que irá cativar um sorriso de mim, sincero, ele leva com ele também os meus pensamentos trazendo novos, a cada amanhecer. O vento também levou os meus dias de felicidades que foram poucos, mas, porém inesquecíveis. Tinha chegado a hora que eu tivesse lido meu futuro, com meus próprios sentimentos. Eles me mostraram que o meu amor partiu. Que eu não vou mais ver felicidade em tudo. Mostraram-me que eu não vou conseguir vencer os problemas que hão de chegar sobre a minha vida. Que eu irei chorar ao ver cada casal na rua se beijando, ali lembrando quando éramos nós dois. Que eu irei dormir e sonhar com ele, assim como acontece todos os dias. Que eu irei andar pela rua vendo assim em outros meninos o rosto dele. Que eu vou lembrar os meus momentos com ele a cada capítulo de uma novela, a cada canção tocada no rádio. Que eu viverei com a impressão de ter ele em meus braços novamente. Que ainda assim sentirei ele ao meu redor, o seu amor. Mas o mais curioso foi que eles me disseram e me mostraram que eu irei ficar esperando ele, por durante anos. Eles estavam certos. A verdade é que ele nunca me amou, por isso eu sofro até hoje. Sofro em ver ele com outra. Sofro por não ter a certeza que ele ali ainda está ao meu lado. Sofro simplesmente por entrar à escola e ver ali os lugares que fugíamos e dávamos um abraço ou um beijo, ou os dois, um no outro, e ali então eu choro, lembrando... Sofro mais por ter acreditado na verdade falsa que me garantiu por durante meses. Eu cheguei a conclusão que o que ele havia falado era somente para me deixar bem no momento, e segura. Hoje eu vivo, vivo para não arranjar motivos para morrer. Buscando, buscando e buscando ser feliz sem ele...

terça-feira, 28 de junho de 2011

O tempo...


O vento toca o meu rosto me lembrando que o tempo vai com ele. Levando em suas asas os meus dias, desta vida passageira. Minhas certezas, meus conceitos, minhas virtudes, meus defeitos, nada pode detê-los. O tempo se vai mas algo sempre eu guardarei, o teu amor que um dia eu encontrei. Os meus sonhos, o vento não pode levar. A esperança, encontrei no teu olhar. Os meus sonhos, a areia não vai enterrar. Porque a vida recebi ao te encontrar. Nos teus braços não importa o tempo só existe o momento de sonhar, e o medo que está sempre à porta quando estou com você ele não pode entrar. O tempo se vai mas algo sempre guardarei, o teu amor, que um dia eu encontrei. Os meus sonhos, o vento não pode levar. A esperança, encontrei no teu olhar. Os meus sonhos, a areia não vai enterrar. Porque a vida recebi ao te encontrar.        Oficina g3 - o tempo

Estava tudo bem...


Sim, eu confesso, estava tudo bem até você trazer meu sentimento ruim reinar dentro de mim novamente. Antes de você voltar, eu era apenas uma menina tentando lutar contra as dificuldades, e o sofrimento que batia de frente com meu olhos, onde os meus olhos se encontravam ali prontos para chorar novamente. Eu estava tentando lhe esquecer, estava decidida a continuar e seguir em frente sem você aqui, e dói tanto. Eu ainda chorava mais não tanto quanto antes, simplesmente me encontrava bem, não feliz, mas bem consiga mesma. Eu já não dava certo com outro menino, enquanto ele me ama eu apenas gostava dele. Como eu lhe disse uma vez, você levou meu coração junto com você. Levou meus sorrisos verdadeiros e puros, pois hoje em dia eu não sorriu mais com vontade. Tínhamos tantos planos que o vento levou ou até mesmo o tempo, alguns momentos bons mas a maioria deles ruins, ou lembranças ruins. Mas sim, um dia ele partiu, onde ali me deixou, me largou para ficar com outra, a ex, que amava-o também, confuso mas decidido o menino que pelas quais eu fazia planos um dia, partiu. Deixou meu coração ferido, mas se foi. Alguns diziam que ele não dava tanta importância às minhas lágrimas, mas ele se mostrava preocupado, e me pedia desculpa todo o momento que me via. Secava minhas lágrimas. Tantas vezes ele me chamava para ir à escola onde estudamos, porém ele estuda à tarde e eu pela manhã, eu ia nas vezes que ele me chamava, pois precisava conversar comigo. Mas sim, todas as vezes que me chamava para ir lá, eu tinha a esperança de ver ele dizendo para mim voltar para ele, parece que eu via a cena em que ele falava que estava arrependido. Mas não, sempre me iludi com isso, o sonho havia ali acabado. Depois que eu passei a viver sozinha com um coração a carregar nas costas, muitas vezes chorei e gritei pelo seu nome, muitas vezes e a maioria delas na sala de aula, onde ali meus colegas me perguntavam se estava tudo bem, e eu dizia que estava, mesmo não estando. Chorei em frente aos meus pais. Chorei quando ficava em meu quarto sozinha, pela noite. Dormia e sonhava com o rosto dele, onde ali acordava gritando pelo seu nome. Chorei na frente de meus amigos. Chorei até na frente do próprio rapaz pela qual era o motivo do meu choro. Muitas vezes minha mãe teria que deitar ao meu lado na cama para que quando eu acordasse, saberia que ela estava ali, comigo. Eu já não me alimentava mais nas refeições, eu ficava doente. Meu coração realmente doía, eu sentia ele aos pedaços, onde eu ali tentava ainda catar pelo chão os cacos que me restavam. Mas agora eu me pergunto, isso tudo valeu a pena, tantos desafios? Me pergunto, alguém resistiria com um coração aos pedaços por durante 3 meses? Resistiria não comer por durante 3 semanas? Alguém iria aguentar chorar 3 meses seguidos todas as manhãs, as tardes, todas as noites?... Eu não sei, nunca perguntei a ninguém. Eu ouvia tanto falar que o rapaz que eu amo ficou com uma amiga minha, mais uma, mais uma... E o pior era ter que mentir que eu não gostava mais dele, por mais que as pessoas sabiam que eu ainda o amava, eu tinha que passar a impressão de que não gostava mais. Eu ainda posso sentir o cheiro dele, o perfume dele no ar, o sorriso dele, os abraços, os beijos. Eu posso sentir a presença dele ao meu redor. Eu sinto, mas perdi as esperanças de ser feliz. Poxa, já passou 1 rapaz em minha vida depois dele, e eu não consegui ama-lo como eu queria. Eu via mais do que podia e mais do aguentava. Sinceramente não tenho mais forças para seguir em frente. Meu coração já está torturado demais. E depois mesmo de tudo isso, você voltou, para mim. Mas agora não sei o que faço, se permaneço e tenho fé que você irá cumprir todas as promessas, ou se irei partir de uma vez por todas. Mas de uma coisa eu tenho certeza, eu só irei lhe dar o amor que está guardado em mim, quando eu notar que tudo irá se encaixar. Caso eu não veja que mereces, eu irei partir, com o coração ferido. Pois eu posso ter paixão por outro menino, mas amor de verdade o meu incondicional é somente para você. E eu lhe peço, não se vá mais uma vez, não me deixe sofrer mais meses. Eu não irei aguentar. 

Está bem, eu confesso...


Lembra ontem, quando eu disse que estava tudo bem? É eu devo assumir que não estava. Lembra-se semana passada, quando eu disse que eu estava ótima? Não, eu não estava. Lembra-se mês passado, quando eu disse que não havia problema? É, havia. E a verdade é que eu não estou bem, nunca estive. Aliás, devo ter estado bem algum dia antes de você aparecer em minha vida, mas é que antes de você não era bem o que eu chamava de vida. E quando você apareceu, é, devo ter estado bem aquele dia também, afinal, era a minha vida se apresentando a mim naquele beijo inesquecível e ao mesmo tempo rápido, desajeitado, de quem me fazia bem. Mas depois disso, eu não estive mais bem. Mesmo quando eu pensava em você, que deveria ser algo maravilhoso, eu não estava bem, porque pensar em ti não é te ter. Mesmo quando eu tive certeza de que era amor, e até gostosa de se sentir, eu estive mal, porque eu não queria aquilo, pois me fazia doer por dentro . Eu sempre soube que amor era sinônimo de dor, e você veio pra me provar isso. E eu venho estado mal a tanto tempo, e você nunca percebeu. Sempre se contentou com meu primeiro beijo, ou, algumas vezes, quando eu não te parecia convincente, um "oi, como vai?" lhe bastava. Eu não te culpo por isso, afinal, eu é que menti, eu é que achava besteira te dizer que era você o real motivo pra eu estar mal. Eu só não aguento mais ter que fingir a você que está tudo correndo bem. Caramba, não está! Ninguém entende? Não está desde a primeira vez que eu te vi, porque naquele instante eu me apaixonei, e foi o mesmo momento que começou a doer meu coração. Não estava bem ontem, nem semana passada, nem mês passado. Não está nada bem, e você tem que saber que só você pode fazer isso mudar. Faz volta a ficar tudo bem?




segunda-feira, 27 de junho de 2011

Independentemente...


Do que me disser agora, queria deixar claro algumas coisas pra você. Independentemente se deu certo a nossa história não quero que fique comigo por dó de me fazer sofrer. Orgulhoso eu não, me ajoelhei pra ter seu coração. Imperfeito sou sim, mas dei o meu melhor até o fim... Sua consciência não vai te deixar dormir, pois ninguém mais faz palhaçadas pra te ver sorrir. Ninguém vai te abraçar pra ver o sol se pôr, ninguém vai escrever num muro uma história de amor. Mas se mesmo assim quiser me deixar as lembranças vão na mala pra te atormentar. 

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Ás vezes me pergunto ...


Será que se eu fugisse alguém iria sentir minha falta além dos meus pais ? Será que sentiriam pesâmes com a minha morte ?

sábado, 28 de maio de 2011

Talvez um dia...


Você perceba, que eu faço falta na sua vida, e essa falta é um espaço a ser preenchido. Talvez um dia no meio de tantos, posso até não ser aquela que você sonha, mas sou a pessoa que mais te completa e talvez no exato momento que você perceber tudo isso, eu descubra que estar com você não vale mais a pena.

quarta-feira, 25 de maio de 2011


O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas amar tudo que você tem. Valorize o que você tem, dê valor as pessoas que realmente gostam de você. Dê mais ênfase as coisas alegres, minimize a tristeza. Não sofra por aquilo que ainda nem aconteceu, talvez o problema nem seja tão grande quanto pensamos. E se grande ele for, tenha a humildade de admitir que precisa de ajuda. Desabafe, escute o que outras pessoas tem a lhe dizer, peça um abraço. Perdemos muito tempo nos preocupando com fatos que, muitas vezes só existem em nossa mente. Não dê tanta importância a coisas tão banais. Brigue menos, discuta menos, evite estresses. Tudo é passageiro, nada vai permanecer para sempre. Não tente entender as pessoas ou que elas fazem, apenas aceite-as como são. Ninguém é perfeito. Entenda que assim como você, os outros também possuem defeitos e estão passivos a erros. Enquanto escrevo isso, penso que existe mais pessoas nesse mundo que sofram mais do que eu, por isso eu aprendi que devo não chorar por todos meus erros ou simplismente por tudo, mas sim chorar pelos momentos que eu passei e que gostaria de que se repetisse. Se importe somente com os seus erros e aprenda com eles, pois todo mundo erra um dia. Acredite em você mesmo, pois é só você que pode se alto julgar.Ousearrisque e nunca se arrependa. Não desista jamais do seu sonho e do que você quer. Valorize quem te ama e quem sempre esteve ao seu lado, esses sim merecem seu respeito. Quanto o resto, bom, ninguém nunca precisou de restos para ser feliz.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Eu já me enganei...


Sobre muitas pessoas e já me enganei sobre mim mesma , já disse ' nunca mais ' e fiz tudo novamente , já pensei que fosse para sempre e nem percebi quando acabou , já errei muito e ainda erro , já machuquei quem não devia , já me decepcionei com que amei e amo , já disse ' eu te amo ' quando deveria ter dito ' eu te quero bem ' , já quiz ter dito ' eu te amo ' ao invés disse ' até logo ' , faço idéia do que fazer daqui 10 anos mas não sei que roupa comprar amanhã , não me recordo do que comi ontem , mais lembro de cada palavra carinhosa dita , sinto saudade do que não tive , sinto falta até mesmo de quem está perto de mim , podendo amar sem ser proibida , posso morrer de ciúmes e mesmo assim sofrer calada , posso esquecer de quem me deixo triste , mais não esqueço jamais de quem me fez FELIZ! 

E se eu disser ? ...


Que eu cansei de mentiras, cansei de verdades falsas, cansei de pensar que eu seria feliz contigo, cansei de pensar que eu iria voltar a ser feliz como eu era antes, cansei de acreditar que eu não poderia mais voltar a ser uma pessoa que não acreditasse no amor, cansei da vida com sofrimentos, cansei das amizades falsas, cansei de mentir que estava bem mas na verdade eu não estava, cansei de correr atrás de ti, cansei de dizer o quanto eu te amava e você nem dava a mínima importância, cansei de gritar e se irritar com tudo que as pessoas falavam, cansei de ser quem eu não era, cansei de correr atrás de sonhos que eu jamais poderia viver, cansei de sonhar acordada pensando. Enfim cansei de tudo que me fizesse sofrer. E o que mais me importa é saber que eu cansei de você e das suas verdades falsas. Acho que na maior parte do tempo me preocupei de mais contigo, com que as pessoas iam achar, do que você gosta ou gostava, no seu jeito, eu passava muito tempo estudando tudo isso. Cheguei ao meu limite, e não tem mais volta. Não importa o quanto eu vá sofrer por ter decidido te esquecer, e contudo achar que eu ainda tenha forças para isso, não importa porque eu sei que se eu continuaria insistindo em você eu iria me machucar mais ainda, mais do que estou despedaçada por dentro. Afinal de contas você não está aqui e nem nunca esteve ao meu lado. Mas saiba que aqui ao meu lado sempre terá um lugar reservado para você e somente para você. 

terça-feira, 17 de maio de 2011

Você mora...


Dentro de mim, eu sempre te amei e te amarei durante toda minha eternidade. Te amarei nos seus gestos, te amarei no seu sorriso, te amarei na sua voz, te amarei no que você é! Sim, eu te amarei em tudo. No ar que respiramos, num simples cântico dos pássaros, no alvorecer, no crepúsculo, na morte. Eu te amarei no sol que explode sua luz para iluminar a Terra. Te amarei nas chuvas que caem. Na vida. No fim. Nada pode tirar esse sentimento de mim. Sim, eu quero te amar. Te amar nas minhas horas de tristezas, pois sua lembrança só me traz alegrias. Te amar quando a alegria chegar, pois amor e alegria é a própria felicidade sou feliz enquanto te amo. Sim, mesmo que em minha vida exista dias maus e piores. Quero te amar. Mesmo que o amor se torne algo extinto. Quero te amar mesmo que a luz do sol se acabe. E somente a vontade de Deus seria capaz de me tirar todo esse amor que alimenta minha própria existência. “Você mora dentro de mim. "

domingo, 15 de maio de 2011

Perfeição...


Hoje em dia tudo gira em volta da PERFEIÇÃO. Você nunca ouviu falar que para uma pessoa ser perfeita, não precisa ter um rostinho bonito?. Pois é, uma pessoa para ser perfeita não precisa ter um rostinho bonito, mas sim o que conta com o que há dentro da pessoa. Quem é você para julgar os imperfeitos, você também não é perfeito, Deus não criou a perfeição. Todos tem atos, rostos, corações, defeitos, qualidades. Sim, todos tem, mas todos tem com sentido de ser diferente um do outro. Não tente nem se importar com a beleza mas sim o que existe dentro da pessoa. Ser humano é um bicho burro, acha que sempre está certo, sempre é perfeito, mas é tão burro por aceitar que exista perfeição. Não se iluda. Sinto informa-la mas enquanto houver mundo, não haverá perfeição.

Mais uma vez...


Eu provei que sou mais forte do que os sofrimentos que tem aparecido em minha vida. Mais uma vez eu provei que eu achei a luz que faltava para iluminar minha vida. Provei que devo pedir perdão aos meus devedores. Provei que não mereço chorar por alguém que nem se quer chorou uma vez por mim, provei que sou mais forte do que o Diabo que tenta atentar e destruir a minha família, minha vida. Mas sabe para quem eu provei isso hoje? . Para mim mesma. Primeiro aprendi a me amar, pra depois amar alguém. Sinto que estou cada vez mais abstrata em relação a minha vida. Neste momento liberei perdões que jamais imaginei liberar, redobrei o meu amor as pessoas que me magoaram, dei importância para quem sempre esteve ao meu lado e como fui burra em não prestigiar essas pessoas anteriormente. Dei-me saúde, pois saúde também é estar bem consigo(a) mesmo(a). Foram tantas as pessoas que me falaram que sou burra. Mas acho que na verdade burra são elas que deixam as mágoas, raivas, odios tomarem conta do coração delas, e tornarem-se tão insignificante na presença de muitas pessoas que os amam. Se alguém não gosta de você, você deve concluir de chegar nessa pessoa e falar que ela está perdoada em sentido ao seu coração, mesmo que você não seja o errado, seja o inocente. Seja mais compreensivo(a), tenha mais compaixão às pessoas que te amam e rezam por você a cada noite, respeite seus pais, ele os ama mais do que tudo nesse mundo, e duvido que sobreviverás sem eles. Muitas vezes eu me pergunto em como eu posso ser assim, uma hora estou muito bem, outra porém estou cansada da vida. Só que a resposta nunca foi e nunca vai ser esclarecida, pois as pequenas coisas a gente ainda não viu, o amor. Descubra o porque de você não conseguir perdoar tal pessoa, tal ser, sua mãe, seu pai, seus filhos. Muitas vezes não cremos que o final do túnel (vida) há uma luz (vitória), você tem que ultrapassar até o final do túnel, com barreiras, obstáculos (luta, dificuldades). Sim nossa vida é como um túnel, nunca encontramos a resposta para tudo, nunca conseguimos chegar ao final. Só a unica certeza que eu levo comigo e creio que você também leva, é que não devemos desistir de algo. Hoje eu aprendi tudo isso, porque dei um tempo do mundo e pensei, refleti em minha vida. As vezes precisamos disso, mas o tal 'orgulho' não deixa continuarmos a perdoar, e é tão bom se sentir leve e livre.

sábado, 14 de maio de 2011

Utimamente...


Estou me sentindo tão só, tão confusa, tão triste, depressiva. Não estou dando valor as pessoas que sempre estiveram comigo. Não estou dando tanta importância as pessoas que me amam, que me protegem e me querem bem. Estou me sentindo tão ruim, com o coração partido, com sofrimento no peito. Não estou dando tanto amor as pessoas que merecem. Não tenho dado ouvidos à minha melhor amiga. Não estou dando conselhos bons. Ando me afastando um pouco do meu blog que é o meu 'diário'. Não sigo mais meus passos certos. Estou com a minha vida virada de ponta para baixo. Mas eu sei que isso vai passar, assim como o tempo vai passar e irá secar minhas lágrimas de sangue e irá me ajudar a administrar o sofrimento.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A morte...


Muitas vezes as pessoas acham que a morte está tão próxima, mas o que não sabem é que a morte nem foi programada à elas.A morte é uma coisa que todos nós sabemos que um dia irá acontecer com nós, em nossas vidas. As vezes as pessoas morrem ou se matam por puro sofrimento, as vezes se matam porque não acham outras saídas para melhorar suas vidas. Por conviver um amor não correspondido, por ser infeliz dentro de sua própria casa e acham que esses motivos são para morrer ou até mesmo fugir do mundo, de si mesmo. A morte é uma coisa estúpida , tão ruim, as pessoas que se vão nunca irão voltar , deixam saudades para tudo o sempre.Ela acontece quando mais não esperamos, para os que parirem, quem ama-os nunca irão esquecer e irão chorar pela sua falta. Para quem não os ama, será só mais uma pessoa a menos no mundo! Acontece com uma morte de envelhecimento, um acidente, matar-se, doenças, ser assassinado, ou depressão.A morte não tem saídas, realmente sabemos que um dia irá acontecer, um dia tudo irá acabar, e o pior que não podemos evitar, somente a morte não podemos evitar. Porque um dia iremos morrer?. Porque deixaremos familiares aqui ? . Porque, se sabemos que as pessoas que amamos nunca mais iremos ver ? . E dói tanto sofrer por saudade de quem já se foi para nunca mais voltar! ;s  

Sou ser humano, criada por Deus, de pensamento e atos diferentes de qualquer outro ser. Para Deus sou só mais uma entre seus filhos. Tenho mente, corpo, alma, pensamentos, personalidade, opiniões formadas  por mim mesma. Sou quem erra a cada segunto e com seus erros aprende mais. Sou quem descobre as verdades sem que ninguém venha me contar.  Hoje em dia vejo que mudei em muitos aspectos. Sou apenas uma adolecente revoltada, querendo viver, lutando contra seus problemas e contra a infelicidade. Sou só mais uma pessoa na Terra, tentando ser feliz,sem ter medo de errar, e principalmente ser ter medo de errar!

Dói né? ...



Você quer gritar e não pode. Você quer chorar, mas segura. Você quer morrer, mas não se mata. Você quer sumir, mas não some. Aí é que tem. Você não faz nada disso pra não preocupar a sua família, certo? Aí você pega, vai pro banheiro, e chora lá, escondida. E não tem ninguém para te dar apoio. É bem isso aí. 

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Pai...


O que é ter um pai? Eu não sei, pois sempre que eu precisei de um abraço e consolos de um pai, ele nunca esteve presente. Pra mim tanto faz ter um pai ou não, pois eu nunca senti o amor do meu pai em mim, dentro do meu coração. Hoje ele fingi não ter uma filha, e eu? Bom, eu também finjo não ter um pai. Eu queria um pai que me amasse de verdade, que me desse umas broncas quando eu arrumasse um  namorado. Eu queria um pai que sentisse ciúmes de mim, um ciúmes de pai, que me protegesse, que se preocupasse comigo, abraçasse forte e dissesse que para cada situação difícil ele estaria ali comigo. Eu queria um pai de verdade, que me desse broncas nas horas que eu errasse, que não aceitasse qualquer menino entrar em minha vida, que se um dia que eu chegasse em casa e ver ele lá, no lugar do meu padrasto. 
É, eu sei que padrasto é como pai. Todo mundo diz que meu padrasto se preocupa mais comigo do que meu próprio pai, mas o que eu queria mesmo era o meu PAI ao meu lado. Quando tenho medo de algo eu tento fugir, tento me esconder, mas o que eu queria mesmo era ter um pai para correr para ele e dizer que eu estaria com medo, e ele ali então me fizesse ver que não precisasse eu estar com medo por que ele estaria ali comigo, naquela hora. Me faz falta do meu pai para dar 'boa noite' todas as noites antes de dormir,ou que me dizia 'vai com Deus, e te cuida' à cada passo para fora de casa. 
E hoje ele está lá, vivendo com uma menina da minha idade , uma menina que chama de 'filha'. 
E eu aqui, tão distante dele, mas posso ver e posso sentir o sorriso dele perto de mim, e a melhor parte dele aqui comigo. Mas mesmo não tendo um 'pai' de verdade, eu estou aqui, vivendo minha vida, e não acho que  isso seja um motivo para querer morrer, pois sei que um dia Deus irá olhar para mim e vai fazer eu parar de chorar toda noite, por falta de um homem que nem se quer, quer ter uma filha.

Sabe quando...



Você tem tudo pra dizer na ponta da língua e acaba guardando pra você? Sinal que você se importa com a resposta.

Dói...


 Claro que dói, mas eu não demonstro. Ninguém vai me ajudar mesmo.

As vezes me pergunto...


Será que eu já mudei o dia de alguém ? 

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Eu estou cansada...



De sofrer, cansada de chorar, cansada de fazer esse teatrinho todos os dias de ter que fingir estar bem quando o que mais queria era morrer e gritar pro mundo inteiro que eu amo você, cansada de evitar falar com você, cansada de você, cansada de ter que te dividir com uma outra mulher. Será que ela te ama 
como eu ? Será que ela morreria por ti assim como eu ?
Para essas perguntas a resposta está em você !

<H3

segunda-feira, 11 de abril de 2011

sábado, 9 de abril de 2011

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Saber me acostumar...


Olhar pela janela do meu quarto
A chuva la fora cai
São lembranças que não esqueci
Seu amor ainda esta aqui
Tudo passa e mais aumenta essa saudade
Quero te ter aqui novamente
Você aparece em todos os meus sonhos
E muitas vezes vai embora sem dizer adeus
Como deixei você escapar?Como fazer pra não lembrar?
Agora só posso relembrar, foi eu quem errei.
Não posso esperar que volte,
Não vai voltar.

Tudo acabou...



De todos nossos planos. De todas as suas promessas. De todos os nossos sonhos
Tudo acabou
Parecia que era pra vida inteira, como me enganei. Agora ja é tarde pra tentar te trazer pra mim e é tarde para ver e me convencer que tudo foi uma brincadeira. Tudo que era pra nós dois agora é só pra um de nós...